18/04/2014

Foi só Mais Uma Ideia Fixa

Autor: Camila Mabeloop 0 COMENTÁRIOS
Uma vez li uma frase da Clarissa Corrêa que ficou na minha cabeça e nunca mais saiu, diz assim: "era só uma ideia fixa, porque a gente tem disso e, infelizmente, acha que é amor". Eu estou com certeza, nas lista de pessoas com mais incertezas no mundo. Tenho dúvidas em relação a tudo o que você possa imaginar a faculdade, aos amigos, as decisões e principalmente aos amores. Pelo medo de me relacionar não me relaciono com ninguém, pela dúvida de saber se é ou não o que eu imagino ser, eu não sigo em frente ou acho que não é e não faço nada para que seja. E ai acabando caindo nessa de ideia fixa.

 Por não ter certeza a gente cria essa ideia na nossa cabeça e qualquer coisa vira motivo de "isso é um sinal" seja ele pro lado positivo ou negativo. Mas as vezes é certo que a pessoa esta dando os tais sinais, te olhando, puxando assunto, curtindo status, fotos e tudo nos seus perfis nas redes sociais, um abraço mais demorado, uma piscada no meio da aula e bum quando você menos espera já se vê "apaixonado". Stalkeia o máximo que pode, curte as fotos antigas, comenta. Ai piora, você começa a sonhar com fulano, imagina diversas situações ao lado dele, fica envergonhada de conversar pessoalmente, trava, sente o tal frio na barriga. Até chega a receber algo reciproco, mas antes mesmo das coisas desenrolarem o ser vivo, aparece com outra pessoa.

E fica tudo confuso. Você dramatiza, chora, grita, sente raiva e pronto, depois passa. É importante sentir, é importante viver o momento pra você se conhecer e saber diferenciar. Não sei bem o que é amor, mas paixõezinhas já tive várias. Dessas bem loucas de toda vez achar que é o grande amor da minha vida, dói e eu sinto que dói, mas quando menos espero já foi. Claro, não esqueço as pessoas por quem tive um sentimento, guardo sempre o nome, o sorriso e olhar. Mas nenhum amorzinho fez com que eu sentisse tanta dor quanto problemas de família, amizades que achei que eram verdadeiras e não eram, a ida de um amigo pra outro país, essas coisas que são muito mais fortes e a gente nem percebe nessas horas.

Pra não fugir do costume, passei por uma ideia fixa esses tempos. Aconteceu tudo o que disse ali, de novo e de novo, mas parei pra pensar nas coisas que já me fizeram sofrer e olha, isso não foi nada. Nada comparado aquela minha melhor amiga que não ficou do meu lado quando eu precisei, aquele amigo que tá em um país bem longe estudando e me faz uma falta danada, aos ciúmes que sinto de pessoas da minha família. Esse sentimento era só uma ideia fixa, nuvem passageira, vai embora logo. O sentimento faz bem pra lembrar que estamos vivos, mas não devemos morrer por coisa pouca assim. Viva pelo que realmente vale a pena.

Agora me contem, todo mundo já passou por isso uma vez, não é?

Bjs, até a próxima!

Livros Infantis da Minha Estante

Autor: Camila Mabeloop 0 COMENTÁRIOS
Hoje dia 18 de Abril é comemorado o dia nacional da literatura infantil em homenagem ao aniversário do grande Monteiro Lobato que dispensa apresentações, né? E pra comemorar em grande estilo, reuni os livros infantis que tenho na minha estante. A maioria são juvenis, mas tenho alguns mais pro infanto mesmo e estão todos na minha lista de leitura. Pensei em fazer essa matéria principalmente pra você que quer incentivar a leitura dos seus amigos, dos seus irmãos ou dos seus filhos e não sabe por onde começar. 

O primeiro livro que eu li ~sem contar os gibis e histórias da Disney~ foi um da Thalita Rebouças - Fala Sério Mãe e é uma escritora que eu indico muito, me apaixonei pela leitura por influência dela, da Turma da Mônica e das princesas da Disney. Mas cada pessoa tem um estilo de leitura, se seu filho/amigo/irmão ainda não gosta de ler é só porque não encontrou o estilo de livro certo e vou tentar te da uma ajudinha nessa missão.
O primeiro que vou indicar é esse lançamento que recebi recentemente da Editora Callis - Júnior e os Biscoitos Zumbis -e eu me apaixonei pela capa, pela sinopse criativa e pelas ilustrações lindas que tem no livro. É uma ótima dica de leitura, principalmente pros meninos. Bom, eu tenho dois irmãos ~homens~ mais novos e gosto de entender as pessoas, então não tenho preconceito nenhum com leituras diferentes, pretendo sim ler esse livro e depois conto o que achei aqui no blog. Acho uma ótima ideia de presente.

Sinopse: Alguns apagões misterioso e então... coisas estranhas começam a acontecer na confeitaria que acabou de abrir no bairro. Júnior tem uma suspeita terrível: Ele está convencido de que a confeitaria pertence a aliens que transformaram seu pai em um zumbi! Ele então decide invadir a loja para descobrir o que está acontecendo e a verdade é pior do que ele imagina: um laboratório secreto que está trabalhando em um vírus da gripe infectando peixes para difundi-los no mundo inteiro. Pelo menos é o que pensa Júnior. 


O segundo ~e terceiro~ é uma serie que eu já vi muitos adultos lendo por aí e parece ser bem divertida, comprei em uma promoção os dois livros e ainda não tive a oportunidade de ler, mas quero muito conhecer a história do Muncle Trogg, o menor gigante do mundo. 

Sinopse - Livro 1: Os gigantes vivem no topo do Monte das Lamentações, escondidos dos humanos que estão lá embaixo. Mas nem todos são realmente grandes. Muncle Trogg, por exemplo, é tão pequeno que acaba virando alvo da zombaria dos outros. Chateado, ele decide descer a montanha e dar uma olhada nos tais Pequenotes, com quem dizem que se parece. E o que Muncle descobre é de fato surpreendente. Um meigo e encantador conto de fadas às avessas, Muncle Trogg: O menor gigante do mundo é o primeiro volume da série protagonizada por Muncle, Emily e o dragão Snarg, que irá arrancar gargalhadas dos jovens leitores 


Sinopse - Livro 2: Muncle Trogg, o menor gigante do mundo, está preocupado. O Monte das Lamentações, lar de todos os gigantes, tem dado sinais de que vai explodir, mas tudo que aqueles grandalhões conseguem pensar é em celebrar que os humanos foram embora do sopé da montanha. Sorte a dele que Emily, uma menina que conhecera quando, certa vez, tentou se passar por um garoto humano, não o abandonou – e ela tem uma ideia. Se os gigantes não querem dar ouvidos ao pequeno Muncle, talvez ouçam o mais inteligente e prodigioso dos animais: o burro voador! Um conto de fadas às avessas, Muncle Trogg e o burro voador é o segundo volume da série estrelada por Muncle, Emily e o dragão Snarg, que irá encantar crianças de todas as idades. 


Próxima indicação, mais um lançamento que recebi da Editora Callis e na hora meu irmão de 10 anos pirou. Ele parece ser muuuuito legal, esse já não tem ilustrações é mais textos mesmo. Não sei muito bem, mas pelo que vi é um relançamento porque encontrei a primeira edição dele de 1998, a segunda em 200 de outra editora, então acho que é uma revisão modernizada na resenha explicarei melhor. Eu fiquei com muita vontade de ler, amei a capa e a garota da história tem meu nome, hahaha quero ler logo.

Sinopse: "Eu senti um tipo esquisito de flechada invisível, no coração, e percebi que ele estava batendo mais do que trash metal." Foi no primeiro dia de aula que ele conheceu Camila, a menina nova. E se ele já pensava que o amor era uma coisa muito estranha para alguém sentir, agora, então, nem se fala! Entre confusões e descobertas, será que Tui conseguirá lidas com essa história de estar apaixonado pela garota de boné e batom vermelho vivo?

Agora um sucesso que eu nem sei se preciso realmente lembrar rs. A série Diário de um Banana que é composta por 7 livros ~será lançado em breve o oitavo~ e só se ouve coisa boa. Eu já li a metade em algum dia é uma leitura super rápida, mas eu esqueci de terminar, mas vou terminar em qualquer horinha ai. Pena que só temos o primeiro aqui, mas minha mãe pretendo comprar os outros pro meu irmão dai eu pego emprestado hahaha.

Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam. Como Greg diz em seu diário: " Só não espere que eu seja todo ´Querido diário´ isso, ´Querido diário´ aquilo." Para nossa sorte, o que Greg Heffley diz que fará e o que ele realmente faz são duas coisas bem diferentes. No primeiro livro da coleção, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável e encantador. Um garoto comum às voltas com os desafios da puberdade.

 E ai gostaram mais de qual? Já leram algum desses? 

Bjs, até a próxima!


17/04/2014

Top 5: Filmes Para Ver no Feriado

Autor: Camila Mabeloop 2 COMENTÁRIOS
Aeee, feriado. Todo mundo comemorando. Pra quem não gosta de sair ~e há aqueles que respeitam o costume que se pede~ resolvi fazer uma lista com 5 filmes indispensáveis nesse feriado. Escolhi um para cada categoria e espero que gostem das minhas indicações, só filme 5 estrelas. Ah, pra quem vai ficar mais tempo nos livros, também já fiz uma matéria com livros legais para curtir no feriado, clique aqui e confira as indicações.

1. Na categoria animação vou indicar uma que não fez muito sucesso aqui no Brasil, mas que lá fora foi destaque de bilheteria. Detona Ralph é uma das minhas animações preferidas, quem acompanha sabe que amo desenho animado e esse filme tem toda uma história bonita e divertida. Meu irmão de 3 anos não para de assistir faz um ano, e eu também não hahaha. Boatos dizem que vai sair a continuação, espero que seja tão bom quanto o primeiro.

Ralph (John C. Reilly) é o vilão de Conserta Félix Jr., um popular jogo de fliperama que está completando 30 anos. Apesar de cumprir suas tarefas à perfeição, Ralph gostaria de receber uma atenção maior de Felix Jr. (Jack McBrayer) e os demais habitantes do jogo, que nunca o convidam para festas e nem mesmo o tratam bem. Para provar que merece tamanha atenção, ele promete que voltará ao jogo com uma medalha de herói no peito, no intuito de mostrar seu valor. É o início da peregrinação de Ralph por outros jogos, em busca de um meio de obter sua sonhada medalha. Já fiz resenha desse filme aqui no blog.


2. Na categoria comédia, vou indicar um filme que me fez rachar o bico quando assisti.  As Bem Armadas foi muito bem falado, ganhou vários prêmios e é com uma das minhas atrizes preferidas a Sandra Bullock. Amei esse filme, mega recomendação.

Ashburn (Sandra Bullock) é uma agente especial do FBI extremamente competente, apesar de ser mal vista pelos colegas de trabalho por ser arrogante e antipática. De olho em uma promoção no trabalho, ela pede ao seu chefe (Demian Bichir) que a encarregue da investigação de um poderoso traficante de drogas em Boston, cuja identidade é desconhecida. Entretanto, logo ao chegar Ashburn decide interrogar um pequeno traficante preso por Mullins (Melissa McCarthy), uma desbocada policial local que não aceita ordens de ninguém. Não demora muito para que as duas batam de frente, mas elas precisam encontrar um meio de trabalhar juntas. Já fiz resenha desse filme aqui no blog.



3. Na categoria Ação também vou indicar um dos melhores que já consegui assisti, sou cagona pra filmes de suspense/ação/terror, mas fui até o fim desse curti muito. É com a Amanda Seyfried e até então eu nunca tinha assistido outro trabalho dela sem ser em "Meninas Malvadas" e tipo, enlouqueci. Amei. E a produção do filme é foda. Super recomendo 12 Horas.


A história gira em torno de Jill (Amanda Seyfried), uma jovem que escapou de um serial killer há dois anos e que agora acredita que o mesmo sujeito raptou sua irmã mais nova. Ela terá que lutar contra a desconfiança das pessoas que não acreditam que tenha sido sequestrada em primeiro lugar. Já fiz resenha desse filme aqui no blog.



4. Minha categoria preferida - Drama - vou indicar um dos filmes mais incríveis que já vi, Agora é para sempre. O único que pode ganhar em histórias de câncer com romance vai ser o A Culpa é das Estrelas, vamos ver. Então pra você comparar isso também não perca tempo e assista, o filme é com a queridinha Dakota Fanning, adoro essa atriz. Nem entendo como esse filme não é tão conhecido, é lindo demais. Preparem os lenços.

Tessa, é uma adolescente de 17 anos apaixonada pela vida. Diagnosticada com uma doença terminal, ela decide fazer bom uso de cada momento fazendo uma lista de coisas que uma adolescente normal iria experimentar. Com a ajuda de uma amiga, ela começa a pôr em prática os itens da lista e, enquanto seus pais e seu irmão lidam com o medo de perdê-la de suas próprias maneiras, Tessa passa a explorar um mundo novo e viver cada dia o mais intensamente possível. No entremeio, a garota se apaixona por Adam, seu novo vizinho, item que não estava na lista mas que se prova a mais revigorante experiência de todas. Já fiz resenha desse filme aqui no blog.




5. Por último, mas não menos importante um filme de característica teen, vou indicar o LOL com a Miley Cyrus, porque eu achei um filme muito fofo, muito legal, com uma mensagem bem bacana. E apesar de ser com a Miley ainda percebo que muita gente não viu e se você gosta de filmes com essa pegada adolescente, esse é indispensável. É um dos meus favoritos.

Lola (Miley Cyrus) namora Chad (George Finn). Ele têm uma banda e ensaia quase todos os dias para o grande show da escola. Tudo ia muito bem entre eles até Lola descobrir que Chad é na verdade um galinha. Para piorar suas notas na escola vão de mal a pior. Sua mãe (Demi Moore) está tão brava com as confusões de Lola que não vai mais deixar ela ir à Paris no final do semestre com a escola. Só que as coisas ficam ainda mais complicadas quando Lola percebe que Kyle (Douglas Booth), seu melhor amigo, pode ser muito mais que isto. O que fazer agora, se todos eles só pensam em se divertir e curtir? Já fiz resenha desse filme aqui no blog.




Gostaram das indicações? Quais desses vocês vão ver ~ou rever~ no feriado? :D


Bjs, até a próxima!

15/04/2014

Projeto: Descobrindo Bibliotecas

Autor: Camila Mabeloop 3 COMENTÁRIOS
Eu lembro bem das minhas tardes na infância. Sou da época que poucas pessoas tinham computadores e se tinha a internet era aquela bosta, hoje dou graças a Deus por isso. Foi nessas tardes sem ter o que fazer que eu ia pra biblioteca e passava o dia lá lendo. Coisas de crianças como gibis, livrinhos de piadas, pintando. Eram as melhores tardes da minha vida, a gente não tinha dinheiro pra comprar livros e essa era a forma que tinha pra ter acesso a leitura. Mas fala sério, uma biblioteca do lado de casa é muita sorte, né? Não dá nem pra reclamar. Depois comecei a ganhar livros, e ai meu mundo girou de verdade. Fui procurar o livro "Fala Sério, Mãe" da Thalita Rebouças na minha estante e encontrei, rabisquei poucas palavras dizendo que aquele foi meu primeiro livro (sem contar o das histórias da Disney, claro) de muitos e graças a minha família isso foi verdade, hoje tenho muitos livros, apesar de uma estante considerada pequena perto de tanta gente, tenho muitos livros.
Mas infelizmente nem todo mundo tem essa sorte de acesso aos livros como eu. Um tio meu me contou que uma vizinha lia meu blog e adora minhas resenhas, mas ela não tem acesso aos livros. E eu fiquei com aquilo na cabeça. Que mundo é esse que a gente vive que não temos direito a cultura? É uma droga. Eu quero muito poder ajudar essas pessoas e comecei a planejar o que posso fazer pra que todos tenham acesso a leitura. O primeiro pequeno passo é esse projeto que comecei pro blog.

Vou fazer uma série de posts apresentando bibliotecas. Claro que como eu moro em São Paulo o foco vai estar aqui, mas espero conseguir ampliar isso com a ajuda de vocês leitores, escritores, editoras, etc. Obvio que se você quiser encontrar uma biblioteca não é tão difícil, o Google ta ai pra isso. Mas o projeto consiste em mais que apresentar a biblioteca, mostrar o que você pode encontrar lá de interessante e até mesmo bibliotecas super carentes que provavelmente você não vai encontrar nada, mas quem sabe mostrando a gente consegue também ajudar a biblioteca a receber doações, não é mesmo?

Então deixo o convite pra você leitor que quer livro, mas não tem acesso que acompanhe essa série pra que você encontre todos os livros legais que falo aqui no blog. Deixo o convite pra todos que quiserem patrocinar alguma biblioteca e enviar livros que fiquem de olho nos posts e escolham as mais carentes e enviem doações (também podem entrar em contato comigo para que eu possa divulgar sua doação e me manter informada a respeito do projeto) e claro, deixo o convite pra que você pegue aqueles livros que não gosta tanto e doe pra biblioteca mais perto de você, de preferência as mais carentes. Ah, blogueiros que quiserem fazer parte do projeto sintam-se a vontade, só deixem os créditos por favor com o link para esse post (:

É isso gente, essa foi só uma apresentação, logo começam as matérias com todas as informações das bibliotecas que eu visitar. Caso tenham alguma dúvida, algum interesse de patrocínio, doações, indicação de biblioteca é só entrar em contato comigo através do email - contato@desejoadolescente.com - ou citar nos comentários. 


Leitores do blog que querem me ajudar. Precisam me enviar por email fotos de boa qualidade da biblioteca que você visitar, endereço, telefone, um depoimento seu sobre o que achou do lugar e das condições e claro, faça uma seleção de livros legais que você encontrar por lá, okay? É só enviar tudo por email. Vou ficar mega feliz.

Agradeço desde já, espero que gostem e que ajude muita gente :D

Bjs, até a próxima!