31.7.15

[Sorteio] Livro: De olhos fechados

Yay! Mais um sorteio literário pra vocês. Dessa vez em parceria com a Lavínia Rocha autora do livro De olhos fechados, publicado em 2014 pela editora D'Plácido! Querem saber se vale a pena participar do sorteio? Se liga na sinopse do livro:

De Olhos Fechados - "Ignorar é a solução" foi o que pensou Cecília quando alguns papéis começaram a surgir no seu quarto, na bolsa e nos seus livros. O que seriam aquelas ameaças e informações sem nexo? Quem estaria mandando? Como se não bastasse, a cada que os lê, uma imagem passa em sua mente. Talvez isso pudesse ser menos estranho se Cecília não fosse cega desde o dia que nasceu. 
Para desorganizar ainda mais sua vida, Tiago - o garoto novo da escola - começa a balançar seu coração e a faz com que sinta o que ela jamais sentiu. Sua dificuldade agora é acreditar no que sempre tentou passar às pessoas: ser cego não é sinônimo de limitação e tristeza. 
Entre os desafios do dia-a-dia e da adolescência, Cecília se vê envolvida em um mistério que pode afetar sua vida e de todos os belo-horizontinos, e ela não vai descansar até descobrir - e entender - um grande segredo do passado da cidade que os livros de História jamais ousaram contar.
Gostaram? Eu também já ganhei o meu, e não vejo a hora de poder ler essa obra! Se vocês também ficaram curiosos, bora participar desse sorteio.

Regras

- Curtir a página do Desejo Adolescente
- Curtir a página da autora Lavínia Rocha
- Preencher corretamente o formulário


* O envio dos produto é responsabilidade da autora
* O vencedor deverá responder o email em até 48h
* O vencedor deve ter endereço de entrega no Brasil

* Só é válida uma inscrição por perfil no Facebook
* O Sorteio acaba no dia 12/08/15 resultado sai no mesmo dia nesse mesmo post às 19h e será feito pelo site Random.


Espero que gostem e aproveitem o sorteio!


Acompanhe nas redes sociais

30.7.15

Dica de leitura: A Teoria de tudo


Autora: Jane Hawking
Editora: Única Editora
ISBN: 9788567028514
Ano: 2014 
Páginas: 448
Classificação:  (Muito bom)  
Onde Comprar: Saraiva | Submarino | Livraria Cultura 

Para resenhar o livro A Teoria de Tudo, convidei uma amiga e escritora que admiro muito. Lira Dicetaro é estudante de Jornalismo, apaixonada por livros, toca piano, é uma escritora tímida, mas acima de tudo uma pessoa maravilhosa para se ter na vida. Lira é colunista no blog Hambúrguer Nerd, e fiz o convite para ela compartilhar com vocês o que achou da obra. Espero que gostem e se sintam motivados a ler o livro, assim como eu me senti. 

Camila Mabeloop

“O sentido da vida”

  Publicada no Brasil no ano de 2014, a biografia romantizada de um dos maiores físicos de nossa geração, A Teoria de Tudo retrata a vida de Stephen Hawking a partir de seu relacionamento com sua primeira esposa, Jane Wilde e as adversidades que ambos enfrentaram devido à doença degenerativa que o afetou intensamente desde sua juventude, concedendo a obra o tom denso e compreensivelmente complexo de sua história.

   Revelando a equidistância entre a teoria e a prática, a vida do casal modifica-se conforme os anos e os avanços da doença contra a qual Stephen e Jane com engajamento lutam diariamente, sem perspectivas futuras, sempre em função dum agora que com o tempo torna-se cada vez mais excruciante para a harmonia de seu relacionamento.

  A Teoria de Tudo, com o poder dos relatos quase confidenciais de Jane, narra e elucida o humano por trás de cada ser apresentado com riqueza de detalhes; do genial Stephen Hawking, revelando em seu decorrer o amor pela física, por sua família e por sua vida.

  O personagem principal não são os Hawking, mas sim, o amor. 


“Entre a genialidade e o amor”
Por Lira Dicetaro

  A honestidade de Jane Wilde é visível em cada palavra, assim como sua constante busca por si mesma. Além de abordar acontecimentos desagradáveis tanto para si quanto para sua família, partilha com o leitor uma vida entremeada pela genialidade e o amor, que superiores a qualquer obstáculo, delineiam desabafos conscientes, dividindo não somente os dourados momentos em seu enlace vividos, mas também os acontecimentos tristes e muitas vezes tão pesados que quase anteciparam seu futuro divórcio.

  Após mais de duas décadas de cuidados, consciente da doença de seu esposo – esclerose lateral amiotrófica, diagnosticada no auge de seus 21 anos -, Jane amou e ama Stephen, que superou a toda e qualquer expectativa de seus médicos quanto a sua sobrevivência conjuntamente com a perseverança de sua amada. O único problema que vai evidenciando-se durante o enredo é o desvanecimento de seu amor próprio enfrentado perante as profusas negações de Hawking quanto a sua doença que transformou sua rotina num constante desafio, tomando todo tempo possível dedicado a sua quase escassa pesquisa quanto às Línguas Românicas, ou até mesmo aos seus filhos, o que durante o passar dos anos seria reconquistado com a aparição de Jonathan, seu futuro esposo. Sua perspectiva na obra é engrandecedora, visto que passamos a ver as pessoas que os rodearam durante sua jornada e os apoiaram de modo muito mais próximo e intimista, assim como os acontecimentos que marcaram suas vidas.
  Acompanhar a evolução de sua história desde o mais breve encontro e cruzar de olhares, até o posterior relacionamento extraconjugal de ambos e as repercussões midiáticas enfrentadas, por mais que romanescamente, permite a qualquer leitor a descoberta de grande parte da humana história por trás de Stephen Hawking – visto que erroneamente muitos deslumbrados perante sua genialidade, sendo ele um renomado físico e autor de grandes sucessos como “Uma breve história do tempo”, o julgam intocável e perfeito.
  Aqui vislumbramos um Stephen igualmente encantador, porém teimoso, irreverente e inconsequente, muito adverso do adaptado para os cinemas no recente ano de 2014 que mesmo digno de ovação e merecidamente recebendo prêmios e indicações por suas belas atuações, o Stephen de Eddie Redmayne é brincalhão e irônico, com toques adoráveis de uma rebeldia eternamente juvenil, uma imagem estereotipada por sua fama, acompanhada por uma excelente direção e fotografia. Lá a profundidade das questões existenciais de Stephen não é tangida e brevemente acompanhamos, em suas possibilidades de tempo, o conturbado relacionamento do casal.
  Uma trajetória tocante e próxima do leitor. Universal.  Narrada sob um singular olhar, apresentando vinte e cinco anos de união, seus três filhos, amigos, familiares, e a física, com a qual igualmente ela viveu por todo este tempo, aprendeu a admirar e a compreender, viabilizando muitos dos conhecimentos teóricos de Stephen em sua dramatizada biografia, aos quais confessa, recorreu a densas pesquisas e ajuda de amigos, embevecendo-nos com as tentativas dele de explicar o sentido da vida através da cosmologia – sua irônica religião - , assim como o modo dela de compreendê-la, representado por sua capacidade de amar e superar a todos os limites em nome daqueles que ama.
  Esta é a segunda biografia publicada sobre sua história, sendo a primeira intitulada “A História de Stephen Hawking”, produzida para a TV britânica e contando com a interpretação de Benedict Cumberbatch. A segunda, o já referenciado filme de 2014, inspirado tanto nesta obra quanto em “Travelling to Infinity” (Viajando ao infinito), da mesma autora,  contando com o já citado Eddie Redmayne como um simpático e imperioso Stephen Hawking, e Felicity Jones como a doce e forte Jane Hawking, dignos sendo de seu sucesso e repercussão, apesar da infidelidade da adaptação a esta detalhada e envolvente obra, que por mostrar-se tão palpável e realista, rascunha um Stephen Hawking, felizmente, muito mais vívido por ser amado e amar, do que perfeito por sua prodigiosidade.
 Possivelmente podemos apenas reconhecer a perfeição em nós mesmos quando o amor é exaltado por sua unicidade indescritível, transformadora e superior a qualquer outra.
Somos, desta forma, perfeitos por amar.
*Classifiquei a obra com quatro estrelas devido a tradução do livro que contém erros de concordância e coerência. Somente por questão técnica e de compreensão, pois o conteúdo é magnífico.
Gostaram? Alguém aí já leu? 

29.7.15

[Vídeo] Tag: Séries

Confesso que não sou a LOUCA das séries, mas quando eu gosto eu gosto mexxxxmo! Nesse vídeo resolvi compartilhar com vocês sobre as séries que já assisti e estou assistindo! ♥


Gostaram da tag? Quais as séries favoritas de vocês? (: Se inscrevam no canal para não perder nenhuma novidade!

Acompanhe nas redes sociais

5 vídeos para entender o que é feminismo


Uma das coisas que mais me deixam triste na vida, é ver as pessoas falando sobre algo que não conhecem muito bem. É tão decepcionante ver pessoas e principalmente, mulheres, falando que não são a favor do feminismo porque ele é tão ruim quanto o machismo. Sério, pra quem já leu uma frase pelo menos sobre o assunto, isso é um absurdo. Me dói muito!

Esses dias em uma conversa em família, eu chorei ao falar sobre o tema. É triste demais saber que os homens da minha família ~nem todos~ acham que é obrigação da mulher abaixar a cabeça pra eles, é nossa obrigação limpar a casa mesmo quando se trabalha fora a mesma carga horária que eles, que nós mulheres devemos ganhar menos porque somos o sexo frágil. Que a divisão de tarefas entre os irmãos deve ser diferente para os meninos porque isso é coisa de mulher fazer. É muito doloroso crescer ouvindo esse tipo de coisa. E desde que eu me conheço por gente, eu luto contra isso. 

Lutei para meninos e meninas terem as mesmas tarefas domesticas. Chorei e quis mudar o mundo a cada vez que vi uma mulher apanhando. Me formei em um curso supostamente "de meninos" com um grupo de TCC formado só por mulheres. E coisas assim faz de mim feminista e com muito orgulho. Não tenho vergonha de dizer. 

Pra quem ainda não sabe, o feminismo é algo muito simples, é a luta pela igualdade social, política e econômica entre os sexos. Isso não quer dizer de jeito nenhum que você quer se tornar o homem da história a luta não é pela igualdade biológica, nada disso, nós queremos apenas ser mulheres que tomam nossas próprias decisões e que temos igualdade perante a sociedade. Isso também não significa que você precisa parar de se depilar, pelo contrário, você pode fazer o que você quiser do seu corpo. Depilar ou não é uma escolha sua. 

Eu não sou uma feminista perfeita, vivo em constante aprendizado e me encorajando para a luta. E uma coisa importante para se dizer, é que você pode ser representada pelo movimento, mas nem sempre por todos os membros. Eu sou Católica, mas nem todos os Padres me representam e nem todas as ideias da religião me representa. A mesma coisa com o feminismo, não são todas as feministas que me representam, mas eu respeito todas elas e isso é o importante. Somos todas lutando por algo em comum. 

Pra ajudar a esclarecer as ideias, eu trouxe 5 vídeos pra quem ainda não entendeu o que é o movimento. Antes de deixar seu comentário dizendo "nem feminismo, nem machismo", presta atenção nos próximos vídeos. É muito importante a gente entender o assunto antes de falar. 

Discurso Emma Watson - HeForShe

O DISCURSO MAIS LACRADOR EVEEER!


5 Indícios de que você é feminista por Lully de Verdade

Esse vídeo me ajudou muito a entender melhor o movimento, recomendo demais!


Você é Feminista? por Gabbie Fadel

Mais um vídeo mega simples pra você compreender o assunto!


The Unfair Menu

"O que você faria se saísse para jantar e, ao pedir o menu, visse que todos os pratos e bebidas são 30% mais caros para os homens? Foi exatamente isso que fez o restaurante Ramona, localizado no centro de São Paulo, em uma campanha chamada "The Unfair Menu" (Menu Injusto, em tradução livre) sobre a desigualdade salarial entre homens e mulheres." (Fonte: Catraca Livre). 


#TIPODEMENINA

Mais uma propaganda que entrou para os meus vídeos favoritos sobre o assunto! A marca Always fez esse vídeo com meninas, e gente, apenas assistam!



Falar do assunto é muuuuito importante. Não usem caso isolados para igualar um movimento tão sério e que pode nos ajudar a ser mais respeitadas, a um movimento como o machismo que só apoia a humilhação contra nós mesmas! Sejamos todos feministas!


Acompanhe nas redes sociais

ou Mabel. Paulista 19 anos. Apaixonada por livros, louca por filmes, viciada em doces e música, futura jornalista e grande sonhadora. Vem compartilhar seus desejos comigo ♥ contato@desejoadolescente.com

 
Desejo Adolescente © Todos os direitos reservados :: Ilustração por Candy Reis :: voltar para o topo