1.2.14

Tudo o que Rolou no Final de Amor à Vida

Antes de qualquer coisa, queria lembrar vocês que faço faculdade de Rádio e TV. Então obviamente, sou uma pessoa noveleira, adoro uma boa história. Antes acompanhava todas as novelas possíveis, geralmente da Globo, porque não curto novelas mexicanas do SBT (só RBD rs), mas hoje em dia consigo acompanhar bem menos. Tive a grande sorte, do final dessa novela "Amor à Vida" se desenvolver nas férias, porque no período de aulas, poucas vezes na semana eu assistia, apesar de sempre gravar os capítulos hehe. Mas não resisti em poder falar um pouco mais do que achei dos desfechos que os personagens teve.

Tá, essa não entrou pro hall das minhas novelas preferidas, por toda a história e sei que de muita gente também não. A verdade é que tivemos dois grandes destaques: Matheus Solano (Felix) e Bruna Linzmeyer (Linda). Na minha opinião foram os dois atores que mais se destacaram em suas performances com os personagens. A Linda uma garota Autista e Felix o Vilão que se redimiu aos pecados e se tornou o personagem mais querido da novela. Vou falar um pouco, bem resumido pra não ficar tão enorme, do que achei do desenrolar dos fatos principais.

NÃO GOSTEI

Fora o Félix e a Linda, os outros personagens, a gente encontra em qualquer novela. A Aline não chegou aos pés de nenhuma vilã do estilo Nazaré ou Flora. O César foi o personagem mais ridículo durante toda a novela, o cara que traiu e foi um corno assumido, mas nada muito diferente, a única coisa que fez valer ser o Antônio Fagundes foram as delimitações do personagem, difíceis de serem interpretadas. A Pilar dispenso comentários, personagem indiferente e até tentaram da alguma coisa pra ela, culpando-a do acidente, mas ninguém nem se importou com isso. A Perséfone não foi nenhuma causadora de grandes discussões sobre a obesidade que eu achei que seria, nem sobre escolhas de se privar do sexo antes do casamento, tudo de uma forma superficial. A Leila, vilã mais horrenda de todos os séculos, não sabe nem planejar um plano de fuga, e todos ao redor dela foram péssimos, mas gostei da morte dela e só, porque o casal Natasha e Thales não foi nada muito fofo e legal. O desenrolar mais desnecessário de todos os tempos da Edith, que pelo menos no final largou tudo e foi viver um amor. Paloma foi o personagem que pra mim se morresse no meio da novela já tava bom, cansei dela, péssima interpretação da Paolla Oliveira, que eu era fã e ainda aquela benção dela no último capítulo, repetindo um casamento foi tão blarrrr.

GOSTEI

Apesar de um grande destaque da nossa queridinha Tatá Werneck como Valdirene, a gente chegou no final da novela desgastados com o vai e vem sem fim. Mas pelo menos o final foi legal, foi divertido e merecido ela, a mãe, o palhaço, o gentil, e as palhacinhas rs. A Pat e o Michel tiveram ótimos finais, adorei a cena deles com o Guto e a Sílvia, mas cade a ali? Ela era da família deles, achei injusto ela ter ficado de fora.  A Linda teve um final incrível que eu não imaginei, fazendo uma exposição de quadros, foi bem bonito e também teve o casamento dela, achei muito fofo e merecido ao personagem. A Morte da Aline foi até interessante, mas achei a cena fraca. O arrependimento do Ninho foi bem legal também, mas mereceu realmente ficar na cadeia.  Temos ainda a Dona Bernada que foi uma idosa fofinha e tal. A Paulinha teve todo aquele drama desnecessário, mas que acabou bonitinho com o Tio Felix e agora vamos aos pontos mais importantes da novela:

Perdão do Pai

Como as maldades todas do Félix se giraram em torno dessa tristeza e falta de amor, não poderíamos ter tido um final diferente, precisávamos da cena com o tal perdão. Achei lindo o Felix cuidando do pai, e a cena foi muito bem elaborada. De verdade, eu não imaginava nada parecido. Apesar de ter ficado com ódio por ter sofrido até o último minuto com ele falando pro neto "Pelo menos você é macho" e tal, ainda tivemos uma demonstração linda de amor.

Beijo Gay

Finalmente aconteceu a cena tão esperada. Acompanhei muitas coisas sobre o assunto no Twitter, e percebi que muita gente esperava e uns e outros falavam que era um exagero essa expectativa toda. É obvio que a cena é sim um feito histórico, mas pra se tornar comum temos que ter o primeiro passo. Já tínhamos casais gays e várias outras novelas, mas porque eles não poderiam se beijar? Crianças assistem a novela? Ok, mas a gente vê cenas de sexo praticamente o tempo todo, porque não um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo? Era sim necessário, mais do que necessário. Eu achei que ficou muito pro final, deveria ter acontecido quando o Felix foi na casa do Niko e passou a noite com ele, até poderia mostrar mais, eles indo pra cama, porque não? Tive que aguentar a Patrícia e o Michel trepando a novela inteira #prontofalei. Mas a cena final foi bem bonita também, foi comum, simples nada de muito auê. Um casal que se ama, que tem seus filhos, sua família, uma casa. E quando um foi trabalhar se despediu normalmente do outro, amei. Amei todo o desenvolvimento da história dos dois, fiquei muito emocionada e torci a cada minuto. Sem dúvidas esse foi o melhor feito da novela. Transformar o vilão em mocinho, mas não por piedade, e sim pelo amor que reinou na vida dele e o transformou. Valeu a pena aturar todo o resto. Matheus Solano e Thiago Fragoso, arrasaram demais. Obrigada pelo respeito colocado nos personagens.

E agora, aproveito pra divulgar uma outra notícia, que até cheguei a falar no Twitter, na fanpage do blog e na comunidade no Google+ (acompanha lá gente *-*). Agora a largada foi dada, e na nova novela da Globo "Em família" teremos um casal de lésbicas. E quem vai interpretar é ninguém mais ninguém menos que a queridíssima Giovanna Antonelli (ah que saudade da nossa delegada!!) junto com a linda da Tainá Muller. E ai, será que superarão o envolvimento de Felix e Niko? Vai ter beijo? hahahaha Apenas aguardando, não perderei um capitulo. 

E vocês gostaram? Desgostaram do que? Vão assistir a nova novela?

Beijoooos, Camila Mabeloop

Comente com o Facebook:

4 Comentários

  1. Oi camila, não sou noveleira como vc mas assisti o último capítulo junto à minha família esperando justamente a "cena do beijo".
    O primeiro comentário que queria fazer é que o personagem Félix foi aquele "vilão amado" principalmente por seu sarcasmo tipo "salguei a santa ceia" e etc. Achei que todo o trabalho deste personagem de ser ruim, de se redimir, de se assumir sexualmente foi muito bem trabalhado pra que no final pudesse acontecer a cena do beijo, pra que a população primeiro acompanhasse o personagem para aceitá-lo no fim.
    Agora como todas novelas o fim é o mesmo né? casamentos e bebês! nada demais, contudo a cena final de pai e filho lado a lado, e de como sabíamos que esse era o maior desejo do filho de um dia ser reconhecido pelo seu pai... nossa foi muito lindo, foi a primeira novela que teve realmente a última cena diferente do que "família padrão unida vivendo felizes para sempre".
    Na minha opinião, só estas cenas valeram a novela inteira.

    Bzus,
    www.miniquiteria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. A maioria das suas opiniões bateram,com a minha, goste de ver a ótica dos outros pra saber se estou sendo radical demais, ou não, mas neste post vc falou td, arrasou!

    bjs

    http://blogbyatelier.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. @Karollyna Alves, Verdade Karol, essas duas cenas valeram a novela inteira, e vc disse tudo, primeiro final feliz de familia diferente do padrão, adorei!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. @Anna Raquel,eeeee que bom que gostou Anna <3 Sou dessas que tbm gosto de ver as outras opiniões rs Bjs

    ResponderExcluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo