6.3.14

Dica de Leitura: Will & Will - Um Nome, Um Destino

Will &Will - Um nome, um destinoAutores: John Green e David Levithan |  Editora: Galera Record | Páginas: 352 Classificação: 

Finalmente, depois de um fevereiro horrível que eu comecei mais de 5 livros e não terminei nenhum ~me matem~ consegui começar março de uma maneira bem melhor. Assim que terminei já vim logo compartilhar com vocês o que eu achei de um livro muito comentado nas redes sociais e que estava na minha última wishlist literária (aê, eliminei pelo menos um hehe). 

Antes de começar quero deixar claro que esse post NÃO É UM DEBATE SOBRE HOMOSSEXUALIDADE, se você é "contra" simplesmente vá para outro post e cuide dos seus amores e deixem os outros viverem o deles. COMENTÁRIOS OFENSIVOS AOS GAYS NÃO SERÃO PUBLICADOS! Bora começar que tenho bastante coisa pra comentar dessa leitura. 
Já contei varias vezes que não sou muito de ler resenhas antes de comprar um livro definitivamente. As vezes leio e até comprar já esqueci os detalhes, mas acho bom eu parar com isso. Não que eu tenha me arrependido, mas já é a milésima vez que confundo o rumo da história e crio uma expectativa que não é atendida. Nessa história o que se sabe é que dois Will Grayson vão se conhecer e um não tem nada em comum com o outro. Só que eu confundi tudo, então antes de você se confundir também vou explicar como é a história.

Um é melhor amigo do Tiny Cooper, o cara mais gay do mundo/colégio em Chicago onde eles estudam rs. E no caso, esse é o Will Hétero (que eu não sabia) e basicamente chatinho como a maioria dos adolescentes na realidade e nos livros. Desde o início achava que ele também era gay e que no meio do livro ia se descobrir, mas isso não acontece. O outro Will é gay, tem depressão diagnosticada, tem um namoro virtual com um cara e acaba decidindo se assumir perante sua família e amigos.

E é por isso que eu fiquei tão confusa no livro, me julguem de lerda, mas o título me levou a acreditar que o romance seria entre os dois Will, o que não é. O Will de Chicago conhece o outro Will quando ele decidi ir pra Chicago encontrar o "namorado virtual", só que algumas coisas dão errado e é ai que o destino dos dois muda, ou nem tanto porque não acho que a vida do Will hétero tenha sido afetada pelo outro Will. O Will gay, acaba conhecendo o Tiny - melhor amigo do Will Hétero - e se apaixonando por ele, Tiny.

O Tiny Cooper é tipo o personagem mais importante da história. Tudo acaba girando em torno dele, desde os relacionamentos do amigo hétero, ao seu relacionamento com o will grayson gay. Ele está planejando um musical sobre ele mesmo que envolve toda a questão de ser homossexual e se aceitar de várias formas. Isso no livro eu queria que tivesse sido mais enfatizado, eu sou muito fã de dramas e a leitura é bem leve, não tem drama é uma vida de basicamente três garotos um chatinho, um depressivo/gay e um mais alegre, mas que também tem suas complexidades com o peso, por exemplo. Então eu acabei esperando um pouco mais de dificuldade nessas questões.

Depois de algumas horas refletindo o livro é que fui entender como ele é rico em emoções. Me emocionei com o livro, me envolvi com a história e daria tudo pra ter um filme (bem adaptado) dele. Esse livro se tornou um exemplo de compreender o que é a questão homossexual, que na verdade não é nenhuma questão além de amor, você esquece que esta tratando disso durante a leitura, simplesmente torce para que os personagens sejam felizes, os héteros e os gays. E acho que é isso que torna o livro tão especial.
Olhando um pouco do aspecto físico, que nem sempre comento decidi falar dessa vez. Eu estava até me controlando por esse livro, mas quando vi a capa nova que a editora lançou recentemente, eu enlouqueci. Alguns fãs e leitores não gostaram muito, mas acho que a maioria aceitou bem e eu sou uma delas. Amei esse tom de azul, os corações e a tipografia da capa. As folhas são mais grossinhas, do jeito que a gente ama, mas tem um problema bem chatinho no livro que se refere a formatação. Como são dois Will os autores/editores preferiram fazer com que um Will tivesse tudo escrito em minúsculo e nossa, que sufocante era ler assim. Desgostei bastante disso e acho que interfere no ritmo da leitura, eu percebi que lia muito mais rápido nesse Will. Ah, acho que por essa edição ser nova, infelizmente muitas palavras vieram falhadas e atrapalhou um pouco na leitura também.

Sobre a classificação, antes que me matem, eu só tirei uma estrela do livro pelo fator dos minúsculos e maiúsculos que me incomodaram bastante. Acho que isso poderia ser resolvido de outra forma menos chata, já li outros livros que alternam e não me incomodei tanto. E também achei que poderia ter uma pouco mais de dramaticidade nas situações, ter trabalhado um pouco mais a aceitação pessoal tanto do Will gay, como até mesmo do Tiny gigante. Foram coisas que senti falta.

 Uma curiosidade: Fiquei sabendo que o pessoal da editora - a Galera Record - enviou um livro para o deputado Marcos Feliciando, indicando a leitura para ver se assim ele compreendia as coisas de uma maneira melhor e correta. ADOREI. APOIADO. FAÇAM SEMPRE.

Ufa, chega. Desculpem a extensão da resenha. Ah, juro colocar os quotes la no tumblr do blog, não cabe mais nada aqui rs. Quem ai já leu? Gostaram? Quem ficou curioso pra ler?

* O conteúdo inclui palavrões e expressões relacionadas ao sexo.

Beijoooos, Camila Mabeloop

Comente com o Facebook:

6 Comentários

  1. Eu tenho esse livro no meu celular tem um tempão e nunca me deu curiosidade de ler, vou começar hoje, parece ser bem legal ainda mais abordando os temas que aborda.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Hey, lindona, tudo bom?
    Gostei da resenha, fiquei com vontade de ler!
    Seguindo esse cantinho... Gentileza gera gentileza, siga o meu: bookseoutraspaixoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. @Maria Eduarda,fico feliz que tenha gostado lindona <3

    ResponderExcluir
  4. Gente, como ameei a resenha. Não vou mentir que iria comprar o livro somente pelo fato se ter sido escrito pelo John Green, mas depois dessa resenha eu preciso lê-lo! Amei a iniciativa da editora, espero que o Feliciano tenha ao menos lido uma obra tão legal quanto esta!

    Beijão
    Coisa da Lud

    ResponderExcluir
  5. Que legal, comprei o livro ontem!
    E ele é muito engraçado, estou amando!
    Beijocas
    http://a-miganemteconto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. A cada resenha de John fico mais doida ainda para ler *-*

    ResponderExcluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo