14.4.14

Dica de Leitura: Extraordinário


Autora: R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-301-5
Ano: 2013 
Páginas: 320 
Classificação:   
Onde Comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura

Preparem os corações para mais um livro que entrou para os meus favoritos. Há tempos queria comprar esse livro, só ouvi elogios sobre a história e não via a hora de poder conferir e ver se era tudo isso mesmo. E garanto que é, é muito mais do que se pode imaginar. Se você ainda não leu esse livro considere uma leitura obrigatória pra qualquer idade, pra qualquer momento da sua vida. Vou te situar pra você ter ideia do que pode estar perdendo.
August, ou Auggie tem 10 anos e nunca foi à escola. Quando Auggie nasceu os médicos conseguiram identificar uma das "mutações por supressão de nucleotídeo único" que destruiu seu rosto. Quando lemos "destruiu" ainda parece mais simples do que realmente é, nada do que você imagina é tão forte quanto a descrição de como é o rosto desse menino. Quando li a sinopse com total foco na entrada do Auggie na escola, eu esperava apenas uma história sobre bullying, mas é muito, muito mais que isso. Claro que a ida dele pra escola não foi nada fácil, mas você pode esperar muito mais desse menino do que apenas se sentir excluído na escola, ele era excluído de tudo.

August é incrível, não parece um menino de 10 anos apesar de ter essa fragilidade nas suas palavras. Ele é divertido, é sonhador, é mega inteligente e é louco por Star Wars. Mas o mundo dele é tão complexo que você fica chocada quando lê a história dele contado por ele. Por sua "deformação" no rosto ele percebe tudo o que ele causa ao chegar em um lugar diferente, ao encontrar com uma pessoa nova, ao andar por um corredor e perceber que ninguém quer esbarrar nele. Ele tem a capacidade de observação que poucas pessoas no mundo tem e tecnicamente isso foi horrível na vida dele. Ele percebia como as pessoas reagiam ao ver sua aparência, ao chegar perto, ao ter que tocar nele. É muito forte os relatos de uma criança que não conseguia provar para o mundo como ele era normal.
Ele tem uma base familiar muito boa e isso foi essencial na sua história. Sua mãe Isabel, seu pai Nate, sua irmã Olivia e sua cachorra Daisy fazem do mundo dele um lugar mais confortável e comum. Acho que todas as relações da história a mais linda é a dele com sua cachorrinha, como sabemos cachorros não veem aparência e não distinguem as pessoas por isso, então a cada vez que ela "aparece em cena" sempre lambendo seu rosto é como se nada daquela realidade fosse realmente verdade, ela transmite a paz para o leitor assim como para Auggie.

O incrível desse livro é que temos a oportunidade de saber das pessoas mais importantes da história como é viver com August, a narrativa alterna entre personagens importantes da vida do personagem, como alguns amigos, a irmã, só faltou o pensamento dos pais, mas sabemos que pra pais a aparência não muda em nada, não é? O livro tem uma leitura bem gostosa pelos capítulos serem pequenos você acaba lendo mais rápido. A cada capítulo é um nó na garganta e a cada palavra que li foi uma motivação pra vida. Eu gostei muito de como o amor familiar é tratado e de como as amizades também são pontos fundamentais no livro, a gente já cansou de saber que amizade se conta nos dedos, e no livro a gente percebe ainda mais o quanto a qualidade importa bem mais que números. 

A escola já é difícil por si só, mas apesar de tudo o que o Auggie passou naquele lugar ~e nunca ter desistido~ o final não poder ter sido melhor. Não sei se vai existir um final tão lindo quanto esse na literatura, bem provável que não. Só pra comentar um pouco da confecção, adorei os preceitos do Sr. Browne no final do livro como apêndice, adorei a capa, o estilo do livro, a tipografia, tudo perfeito!

Eu não quero soltar spoiler e se deixar escrevo outro livro sobre esse livro, só quero registrar que esse livro provavelmente vai ser minha resposta quando perguntarem qual livro eu acho indispensável na vida. Eu chorei igual a um bebê, e poucas coisas me tiram lágrimas. Preciso parar porque estou quase chorando de novo. Ah, uma indicação especial desse livro vai para aquelas pessoas que tem a mania chata de dizer que o que o outro sofreu não foi bullying. Cada um sabe o que realmente nos afeta, o que é bullying pra você pode não ser pra mim, mas só você sabe como aquilo te afetou e tenho que respeitar. Essa é uma ótima leitura pra você aprender um pouco sobre isso.


Ufa, me recuperando ainda rs. Alguém ai já leu? Gostou? E quem ficou curioso? :)

*Este post tem links com conteúdo comercial
Bjs, até a próxima!

Comente com o Facebook:

6 Comentários

  1. Nossa, faz tempo que quero ler esse livro, eu também sempre ouço falar muito bem dele!
    Adorei o blog :)

    Beeijos!
    http://i--wont-give-up.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca tinha visto ninguém falando sobre ele, mas estou com muita vontade de ler.
    http://querido15anos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. @Andréa Barbosa, É muito bom, leia o quanto antes hahaha. Bjs <3

    ResponderExcluir
  4. @cleide santos, sério? Ele é ate bem comentado, viu? Eu amei demais <3

    ResponderExcluir
  5. Também já li esse livro...achei ótimo ;)

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila!
    Já vi várias pessoas falando sobre este livro, mas até ler sua resenha não tinha manifestado interesse em ler. Achei que seria apenas mais uma história de bullying, mas pelo que você descreveu parece ser bem mais do que isto. Vou adicionar ele na minha lista de próximas aquisições.

    ResponderExcluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo