22.9.14

Dica de Leitura: Garoto encontra garoto

"Eu não acredito em abraços parciais. Não consigo suportar gente que tenta abraçar sem tocar. Um abraço deve ser completo." (pág 119)
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501047779 
Ano: 2014
Páginas: 240
Classificação:  (Excelente) 
Onde Comprar: Travessa | Saraiva | Livraria Cultura
Preparem os corações porque o livro de hoje é um romance. Garoto encontra garoto é mais um livro do autor David Levithan muito conhecido por trabalhar a temática gay, então por acaso se você for uma daquelas pessoas chatas homofóbicas não vai querer ler então nem precisa perder seu tempo com a minha emotiva resenha e nem com o LINDO livro, mas se você é uma pessoa mente aberta, de bem com a vida, continua que vale a pena. 

O livro conta a história de Paul que estuda em uma escola bem diferente do comum, onde existe uma aliança entre gays e héteros a rainha do baile é uma quarterback drag-queen. O melhor amigo de Paul, Tony que também é gay, está passando por um momento difícil na sua vida: se assumir para os pais super religiosos que não aceitam sua orientação sexual. Sua melhor amiga Joni, está namorando um cara babaca e faz o tipo que a gente já conhece, começa a namorar abandona os amigos. E ainda, seu ex-namorado Kyle quer deixar de ser ex. Eita. Típica vida adolescente, cheia de confusão, amor e diversão.

Foi durante um show em uma livraria que Paul conhece Noah e eles descobrem que estudam na mesma escola. O clima já ficou no ar, aquela coisa de amor a primeira vista, sabe? As coisas simplesmente vão acontecendo, de uma forma que te prende pra saber qual o próximo passo, mas sem te fazer ficar enjoado com tanta dramatização que existe no romance. E isso é muito legal. Claro que no decorrer da história acontecem os conflitos, mas tudo se desenvolve muito bem. O livro que é narrado em primeira pessoa é bem leve, como o foco não é o preconceito isso deixa tudo mais tranquilo, você está em um livro de romance como outro qualquer, com o diferencial que o livro é muito bom. Uma das coisas que não me atraem em livros de romance é famoso "mela mela", não leio muita coisa do gênero porque sempre fica focado naquele amor obsessivo e louco, mas felizmente não é o caso de "Garoto encontra Garoto". Ah, no final tem um capítulo surpresa bem legal ;)
E no livro assim como em nossas vidas rola muita coisa. Muitas histórias, amizades, conselhos, estudos, e isso faz com que não seja cansativo. Eu gostei muito do desenvolvimento dos personagens, do modo como o autor cria quase que um mundo paralelo pra criar um ambiente tão natural, porque sério se essa escola existe, me leva pra lá agora. Vou aproveitar pra deixar um desabafo, um dia desses em uma aula da minha faculdade - curso Jornalismo - surgiu o tema Homossexualidade para falar sobre o ícone da família. E o tanto de comentários homofóbicos que surgiu foi absurdo. Desde os meus 12 anos +/- eu estudei e convivi com gays, travesti, lésbicas, héteros, negros, brancos, e eu juro pra vocês, não vejo diferença nenhuma entre qualquer um deles. O que eu vejo é puramente personalidade. Sempre presenciei o preconceito também, isso é de longa data, mas depois de ter estudado um ano e meio em uma escola técnica onde ninguém estranhava a orientação sexual do outro, eu realmente criei uma esperança no mundo. Depois disso ainda fui pra outra faculdade e de novo, arrumei um melhor amigo gay. O preconceito parecia estar desaparecendo, mas infelizmente esses dias o destino mostrou o contrário na minha realidade, mas ainda bem que tinha acabado de ler esse livro tão emocionante, e eu acredito que as pessoas podem ser livres e simplesmente amar outra pessoa seja ela do mesmo sexo ou não, e isso não deve ser um drama tão grande como é. O livro mostra exatamente isso, amor é amor e pronto. 

A história tem drag-queen, gay, lésbica, heterossexual, bissexual, gente que só experimentou, tem de tudo e o autor nos mostra que nada disso é errado. Ele descreve como se falasse da cor do cabelo, e isso era exatamente o que eu queria encontrar. David Levithan entrou para a lista de autores que se eu souber que o livro é dele, eu compro. Você pode não amar a capa e nem a sinopse, mas espero que pela minha resenha você sinta o quanto esse livro pode ser especial. Obrigada por isso David, você fez permanecer uma esperança em mim que achei que a sociedade tinha levado, e que o mundo um dia possa ser como esse do livro. 

Quem ficou curioso pela leitura e já colocou na lista de desejos? :D Se alguém leu me conta se gostou também!

Supeeeer beijo,

Comente com o Facebook:

8 Comentários

  1. Nossa, nem li e o livro já ganhou meu coração <3 adoro esse tipo de abordagem como essas. A aliança gay-hétero me lembrou na hora Will & Will. Ansiosa para lê-lo! Beijão

    Coisa da Lud

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o mesmo autor, mas ó: esse é ainda melhor. Se você gostou de Wiil & Will vai amar esse. Beijos Lud <3

      Excluir
  2. Nossa Mila, me lembrou na hora do Will & Will. Com certeza ele vai entrar na lista dos que eu quero ler.

    Ah, tou aceitando livros de presente :$ hahaha
    Literalmente Sonhando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roberta, se você gostou de Will & Will vai amar ainda mais esse <3 Beijooos

      Excluir
  3. Não tinha ouvido falar do autor nem do livro, mais só pela sua resenha fiquei super afim de conhecer a história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liiu, vale muito a pena, estou apaixonada por esse autor <3 Bjs

      Excluir
  4. Oi, tem tag no blog pra você, venha conferir!
    http://estantedorefugio.blogspot.com.br/2014/09/tag-12-objetos-que-quero-ter-antes-de.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, obrigada por indicar a gente <3 Beijos

      Excluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo