18.1.15

E se...

Um dia de tarde, uma lagrima, algumas fotos e um sentimento. Sabe quando você para um momento, só para pensar no passado? Quando aquele sentimento estranho bate e você fica apenas imaginando como seria se não tivesse feito aquilo? Talvez o nome disso seja arrependimento, ou apenas nostalgia de quando tudo era mais fácil, pelo menos você pensava que era. Seja qual for o nome para isso, sempre acontece né?

Em qualquer momento da vida teremos essa sensação, muitas vezes elas invadem quando menos precisamos dela, nos momentos mais frágeis. Ai paramos e pensamos em tudo. Sobre como a vida poderia estar melhor, então começamos a reclamar como se nunca tivéssemos sido felizes e começamos a nos afundar dentro do mundo do grande “e se”. A partir daqui eu poderia dispor diversas dicas de como sua vida poderia ser mais fácil sem essa pequena palavra, mas creio que seria um pouco de hipocrisia, já que tento isso por um indeterminado tempo, sem sucesso.

Agora vocês devem estar se perguntando: se não é para ajudar nos ajudar a nos livrarmos desse mal, qual é o sentido então? Simples, eu não estou aqui para ajudar a esquecer essa duvida, mas apenas ensinar a conviver com ela. É impossível tira-lo de nossa vida, mas podemos transformar o que foi um “e se” no passado, em um com certeza no futuro. Quando nós paramos para observar e refletir sobre o que vivemos, começamos a ter maior consciência de nós mesmo e aprendemos a talvez nos arriscar mais na próxima chance.

Nunca vamos saber como seria o outro caminho, mas sabemos com certeza como foi o que escolhemos e se não estivermos satisfeitos, é só agir, encontrar novamente o velho caminho perdido e seguir adiante. Não é errado pensar no passado e em como ele seria com atitudes diferentes, o errado é você estagnar nisso. Por tanto, fiquem a vontade, olhem para o passado, mas façam isso para aprender com os seus erros e quem sabe para criar um novo futuro?
Beijos, Bruna

Comente com o Facebook:

4 Comentários

  1. Bruna Maranhão, não sei se você vai ler meu comentário mas eu tenho que dizer exatamente o que eu senti ao ler seu texto... Logo que cliquei no link achei que era só mais um daqueles textos que estou cansada de ver no tumblr, confesso que na primeira linha eu estava "quase" desistindo de ler quando algo me fez continuar, assim que cheguei no segundo parágrafo percebi que TUDO exatamente TUDO se encaixava com o que tem passado comigo, parece que o texto foi escrito sabe para que eu realmente o encontrasse e aprendesse algo que eu tanto preciso. Eu chorei, de verdade, me emocionei lendo o texto e percebendo que eu sempre soube de exatamente tudo que estava aí em cima, mas insistia em pensar no "e se" "e se eu não tivesse dito isso?" acontece é que eu na maior parte das vezes sei o que fazer, o que me falta é a coragem pra aceitar o rumo que a vida me levou. Bom, eu estou aprendendo, e muito. 2014 foi um ano de muito aprendizado na minha vida, pois estou passando e me esforçando muito, para abandonar o "e se" do meu vocabulário. Seu texto foi maravilhoso, obrigada por ter me proporcionado a incrível experiência de desfrutar dele. Abraços

    Comentado com carinho <3

    www.pumpcolor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lavínia, não só li seu comentário, como me emocionei muito ao lê-lo. É incrível saber que meu texto te ajudou em um dos momentos que mais precisava. Essa é uma das razões que eu continuo a escrever e amo o que eu faço. Fico muito contente de que alguma forma ele ajudou alguém. Todos nós estamos dos esforçando em conjunto para abandonar o "e se" e juntas conseguiremos!

      Beijos <3

      Excluir
  2. Amei o seu texto, parabéns!

    http://primaveraagridoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo