27.5.16

#‎EstuproNãoÉCulpaDaVítima‬


Estou há algumas horas tentando me concentrar nos meus afazeres. No entanto, não consigo. Não superei ainda as notícias sobre a Beatriz, garota de 16 anos que foi estuprada no Rio de Janeiro por mais de 30 homens. E eu me sinto ridícula falando isso, pois eu não fui atacada. Eu não sei o que é ser estuprada, muito menos, coletivamente. Apesar de ser assediada diariamente nas ruas e metrô de São Paulo, de sentir a cada minuto um medo horroroso de que isso aconteça comigo, eu não faço ideia do que essa garota está sentindo. Mas poderia ser qualquer uma de nós, e já foram várias!

O feminismo me ensinou coisas lindas como sororidade e empatia, que são fundamentais na nossa vida. Precisamos aprender a nos colocar no lugar da outra pessoa, e compreender sua luta. E me esforço para isso todos os dias.

Queria poder estar perto para ajudar, para tentar impedir, para pedir socorro. Ou para lhe dar um abraço, uma rosa, um chocolate, uma palavra de compreensão... Foram 30, e nenhum pensou em fazer algo para socorrer a menina. Eram homens, não eram doentes, simplesmente homens, que não só estupraram, violentaram e humilharam uma inocente. Eles não ajudaram. Ninguém pensou por um segundo que fosse, que aquilo era errado. Ninguém se comoveu. Nenhum deles pensou que um dia poderia ser alguém da família deles naquela situação. Ou, com mínimas chances, eles mesmo.

Não há justificativa.

A cada 11 minutos no Brasil, uma mulher é ESTUPRADA. Não existe justificativa. EXISTE MACHISMO! A culpa do estupro são os estupradores.

Ilustração por Malena Flores


Sou muito fraca, não consigo terminar de ler uma notícia sobre isso sem lágrimas nos olhos. Mas eu desejo toda força do mundo pra garotas como Bia, que sofreram um ataque brutal desses, e que ainda precisam enfrentar um sociedade que culpa a vítima.

Estou perdida no meio das palavras, não encontro e não consigo formar as frases certas. A dor está em mim, a dor está em todas as mulheres. Bia, não se sinta culpada por nada. Não se arrependa. Lute. Resista. Estamos todas aqui por você e com você.

Este blog não é só sobre entretenimento. É cultura. É feminismo. É resistência. É sobre empoderamento feminino. É união. É sobre nós. E juntas somos mais fortes.

Violência contra a mulher é crime. Denuncie. Ligue 180.

OBS: No dia 1 de Junho teremos manifestações em diversos lugares no país contra a cultura do estupro. Vamos a luta. Estarei presente no evento de São Paulo (saiba mais). Pesquise "Por TODAS ELAS" e encontre onde será o protesto mais próximo de você! 

Comente com o Facebook:

5 Comentários

  1. Anônimo5/27/2016

    Estou chorando aqui com esses palavras' Bia"Desejo a VC Toda a força na recuperäo e que Deus éo juiz🙏 força estou com vc

    ResponderExcluir
  2. Mabel, também chorei quando estava lendo a notícia e me perguntando que mundo é esse. Estou horrorizada com a capacidade do ser humano, e como você não sei encontrar palavras para expressar meus sentimentos. Eu fico tentando imaginar como ela deve estar se sentindo, mas tenho certeza que não chega nem perto. Só desejo a ela força e fé. Que o mundo abra os olhos e que essa situação ridícula e repugnante em que nós vivemos mude.

    ResponderExcluir
  3. Eu também não sabia encontrar as palavras certas, não sabia o que dizer sobre isso, só que como mulher e feminista, essa história me deixou com muita revolta, e ao mesmo tempo eu desejei poder abraçar essa menina e ajudá-la de alguma forma. Nós temos que continuar lutando e precisamos falar da cultura do estupro. E os criminosos não podem sair impunes; me deu muita raiva vê-los na televisão rindo, como se eles não tivessem cometido esse crime terrível. Também vou participar de uma das manifestações, só que aqui na minha cidade.

    ResponderExcluir
  4. Que barbaridade isso que aconteceu com esta adolescente... maldade pura...

    sou um jovem e quando criança fui abusado pelo meu tio, nunca contei pra ninguém, é isso que nos faz, estar sem acção, ficamos sem saber o que fazer...

    espero mesmo que esses caras sejam castugados... que Jeova cuide desta jovem...

    ResponderExcluir
  5. O pior de tudo não é só ela, é que muitos acabam nem caindo na mídia. Muitas meninas que continuam sofrendo abusos por que a mãe não acredita em barbáries como essas.
    Quando eu estava dando aulas, ouvia cada coisa das crianças que me assustava tanto. Não sei lidar com isso e não entendo como a nossa sociedade aceita isso como 'comum para quem vai para funks'.
    Veja um dos últimos clipes da Lady Gaga e sinta a dor como eu estou sentindo :/
    | A Bela, não a Fera| | Primeira Semana na Finlândia|| FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo