26.10.16

Enquanto a chuva caia




Dia desses sai na rua e o céu estava escuro. Estava claro que choveria e por um motivo absurdo eu não estava nem ai. Sem guarda chuva, sem pressa, sem reclamações. Quando caiu o primeiro pingo de chuva no meu rosto, só olhei pra cima e dei um sorriso. As pessoas ao meu redor podem ter me achado uma louca, mas mesmo se aquela chuva me molhasse eu não ficaria brava. Percebi que eu costumava ser outra pessoa antes de me aprofundar em meus sentimentos, antes de cuidar melhor do meu coração. Costumava chorar sobre coisas bobas. Costumava ser mais do que sou para impressionar as pessoas. Costumava ligar para tudo que me diziam e deixava me dizerem o que queriam. Agora essa chuva pode cair sobre mim e levar de uma vez todas essas preocupações com ela. Posso dar risada enquanto giro que nem uma tonta molhada na rua. Rindo das coisas que eu achava que eram importantes, mas que não importavam de verdade. Me segurando, me contendo, fazendo de tudo para que gostassem de mim. 


Abro os braços e olho para o céu. Pode mandar mais chuva, pode me molhar mais. Não vou reclamar. Apenas vou sentir a água caindo sobre meu rosto. Apenas vou refletir e me dar conta de que não sou mesmo a garota que já fui um dia. Apenas vou ter a certeza de que aceitei tudo aquilo que já sabia, mas teimava em enxergar de verdade. O passado fica no passado então não dá pra ficar olhando pra trás. Não dá pra ficar analisando tudo que já foi feito, não me deram o poder de modificar o passado, e mesmo se eu pudesse será que as coisas seriam do mesmo jeito ou piores em certos aspectos? Posso chorar agora que ninguém saberá que estou desmoronando. Posso me dar o luxo de fazer isso, já que não preciso ser forte o tempo todo. Não dá pra se apegar nas memórias fixadas. Não se pode fazer delas as lembranças que prevalecerão na sua memória. Acredite em mim é uma tortura constante. Me disseram mais de uma vez que eu sou capaz de muitas coisas do que acho que sou. Embaixo dessa chuva e nesse momento posso acreditar pela primeira vez inteiramente que isso é uma verdade. Eu sou capaz de muito mais do que sei, muito mais do que imaginam. A grande surpresa é que eu 

não preciso mostrar nem provar isso pra ninguém. Só pra mim mesma. 


Já deu de se preocupar com os pensamentos de todos a minha volta. Já deu de me reprimir por medo de como vão me julgar. Quero libertar tudo que tem dentro. Quero pelo menos uma vez por alguns segundos extravasar, gritar e parecer louca. Quero fazer o que quiser sem me preocupar se é certo ou errado. Quero fechar os olhos e respirar tranquilamente. Quero sorrir mais. Quero sentir a paz dentro do meu coração. Quero um abraço quente. Quero um colo e um ombro pra encostar. Quero que se importe. Quero que seja verdadeiro. É só isso. Tão fácil me arrancar um sorriso. Tão fácil me ver como uma boba. Tão fácil. Deixo a chuva levar as lágrimas, respiro fundo e meu coração é lavado de todas as pisadas que recebeu. Ele está sobrevivendo. Ele é guerreiro. 

Comente com o Facebook:

3 Comentários

  1. Oi Cybelle!
    As vezes o que precisamos fazer é mesmo deixar a chuva cair e levar tudo de ruim que está nos incomodando. Eu preciso tomar um banho de chuva desses que liberta e lava a alma, parar de preocupar com coisas tão pequenas que fazem os grandes momentos desaparecerem. Que esta chuva caia sobre nós e sobre todos aqueles que precisam se libertar de alguma coisa.
    Ótimo texto.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Mais um lindo texto que leio aqui! 💟
    Que bom quando conseguimos encontrar esse equilíbrio. Quando enfim percebemos que não devemos provar nada a ninguém ,e esquecer o que nos tirou dos eixos...

    Espero conseguir também!

    ResponderExcluir
  3. O que precisamos é confiar em nós mesmos, pois só nós sabemos e podemos fazer nossa felicidade. Lindo texto, e quem não gosta de um banho de chuva para renovar as energias né?!!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Deixe um recadinho com amor e será retribuído <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Desejo Adolescente - 2016. Todos os direitos reservados. Design e programação: Folks Creative Studio. imagem-logo